18 de out de 2011

Nas Mãos de Cristo.

Pois assim começa essa história. Sempre penso naquele famoso jargão “como está a sua vida”. Talvez seja a abordagem mais usada que conheço e que se não tomar cuidado baterei na mesma tecla. Bom se nossas vidas estivessem tão de acordo com o que a bíblia nos ensina poder-se-ia usar menos tal frase.
Vamos pensar dessa vez não em nossos erros, mas sim em nossos acertos. Quão grandiosas coisas temos feito! Bem talvez você pense, agora ele me pegou, não tenho feito nada para agradar a Deus. Fique tranqüilo, não estou falando de uma cruzada evangelística pela África, nem de uma doação milionária  a algum projeto. Tente visualizar algo um pouco mais palpável. Se você tem ido à igreja já é um bom começo, mas sempre é tempo de se recomeçar. Que tal, então, orações esporádicas já que às vezes ficamos até sem jeito de falar com Deus. Essa é a idéia, consegue agora visualizar? O que você tem feito para Deus? Mas, por maiores que sejam suas obras, perto do que Deus fez e ainda faz, e diante do que Ele representa é tudo sempre tão pequeno, insignificante às vezes.
Vamos então fazer um tour. Se imagine como o centro dessa cidade, agora dentro do seu Estado você é menos que um ponto, País, planeta Terra. E esse mesmo planeta é minúsculo dentro do sistema solar, e esse nada é dentro do conjunto de galáxias. E isso tudo foi feito por Deus, e imagine só, o universo, como que um pequeno objeto, nas mãos Dele. Mas o que eu quero dizer com isso, é, por maiores ou menores que sejam nossos feitos ambos são nada diante da criação Dele, se podemos ser salvos é pela graça de Deus que enviou seu filho até nós.
E se Ele fez tudo isso para nós, é porque nos acha especiais, você pode escolher o quer fazer, mas aí vai uma dica, que tal um pouco de gratidão por quem te deu tudo, sem cobrar nada. Por isso a questão aqui não é “como está a sua vida”, e sim como você pretende continuar. Afinal tudo está nas mãos de Cristo.

0 comentários:

Postar um comentário